Pages

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Manteiga Ghee: Uma opção saudável e que pode ser feita em casa


Manteiga Ghee conhecida como clarificada, digamos que seja aquela que passa por uma limpeza que é retirada todas as impurezas, muito utilizada na cultura indiana, é a manteiga que vem ganhando destaque na lista dos alimentos saudáveis e fazendo parte do cardápio das pessoas adeptas a uma alimentação mais nutritiva apesár que continua sendo gordura com isso possui calorias porém menos prejudicial a saúde devido a retirada de suas toxinas, sal, proteína e lactose se tornando um óleo puro  podendo ser consumida também por pessoas com intolerância e o melhor que pode ser feita em casa então que tal trocar aquela manteiga que você compra no supermercado e transforma-la em uma manteiga mais pura e saudável.

Modo de preparo:

Em uma panela de fundo grosso (não usar de alumínio além de soltar residuos vai queimar sua manteiga) coloque a quantidade de manteiga que desejar, tem que ser uma manteiga sem sal de preferência de boa qualidade, colocar em fogo baixo e em banho maria esperar derreter, já totalmente liquida irá formar uma espuma branca logo após retirar essa espuma com uma espumadeira depois de retirada  deixar a manteiga ainda cozinhar até formar uma nova espuma branca mexendo um pouco para não queimar daí retira o restante dessa espuma e desliga o fogo, deixa esfriar até os sólidos ficarem no fundo da panela em seguida coar com uma peneira bem fina ou no paninho de algodão limpo ou até mesmo no filtro de papel aquele de café só que demora um pouco, ficará uma manteiga bem liquida de cor amarela bem clara translúcida, brilhante e os residuos ficará retidos na peneira com uma cor mais escura, um marron, depois armazenar em um vidro com tampa e que não seja transparente para não oxidar, deixar esfriar bem e está pronta sua manteiga ghee, pode ser levada a geladeira se preferir mais sólida e a durabilidade são 3 a 4 meses, pode ser usada em altas temperatura.

Agora é só utilizar nas preparações culinárias ou passar no pãozinho, torrada como preferir mas com cautela sem exagero porque continua sendo gordura o que pode aumentar os níveis de colesterol, usar com moderação numa alimentação equilibrada e variada, você estará trocando a manteiga tradicional por uma mais pura com certeza será melhor opção para  sua saúde.



Imagem: retirada da internet(google)

quarta-feira, 17 de maio de 2017

O açúcar e seus diversos tipos: Qual melhor opção para saúde?



O açúcar, existe vários tipos hoje em dia e não falta opções no mercado. A indústria alimentícia esta cada dia mais criativa e viciando seus consumidores com produtos apetitosos mas que por trás disso está a adição de açúcar, aditivos químicos e outros males a saúde.

Sabemos que a diferença dos açúcares está, basicamente, no processo de refinação, quanto mais branquinho mais prejudicial a saúde e quanto mais escuro melhor devido a quantidade de vitaminas e minerais que preservam então bem melhor para o consumo mas independente de qual tipo você utilize tem que ficar atento para não exagerar na quantidade e causar sérios problemas relacionado ao alto consumo de açúcar como diabetes, aumento dos triglicerídios, obesidade, dislipidemias e outros.

Qual seria a melhor opção para consumir no dia a dia?, são tantos tipos: Refinado, Cristal, Demerara, Mascavo, Frutose, orgânico, light, açúcar de coco, stevia, xilytol....

Conhecendo um pouco de cada um:

Refinado
O mais conhecido entre os consumidores e mais comum nos supermercados também chamado de açúcar branco. Passa por um processo de refinamento e que são adicionados aditivos químicos como o enxofre tornando o produto com a coloração branca. O lado ruim nesse processo é que seus nutrientes são retirados, como sais minerais, fibras, vitaminas deixando apenas as “calorias vazias” (sem nutrientes) e com seu alto índice glicêmico simplesmente um veneno a saúde.

Cristal
É o açúcar com forma de cristais grandes e transparentes, difíceis de serem dissolvidos em água e passa apenas por etapas de refinamento ou seja uma processo mais leve mas que mesmo assim retira 90% dos sais mineirais e vitaminas. Por ser econômico e render bastante, o açúcar cristal esta sempre presente em uso culinário.

Mascavo
É o açúcar na forma bruta de coloração escura e úmido, sabor forte, extraído depois do cozimento do caldo de cana de açúcar. Não passa pelo processo de refinamento eliminando o uso de aditivos e assim preservando seus nutrientes como vitaminas, cálcio, magnésio, ferro e outros sais mineirais. Mas seu gosto é bem parecido com o do caldo de cana. É o menos calórico comparado aos outros e indicado ao consumo diário por ser considerado um dos mais saudáveis dos açúcares.

Demerara
Também usado no preparo culinário, adoça mais que o mascavo e menos que o refinado, também passa por um refinamento leve mas não recebe nenhum aditivo químico, perde mais água no processo de secagem daí a concentração de mais doce. Seus grãos são marrom-claros e têm valores nutricionais altos, parecidos com os do açúcar bruto mas tem índice glicêmico alto apesar de não ser como o açúcar refinado tem que ser usado com moderação.

Frutose
É um açúcar natural extraído das frutas e do xarope de milho. É mais doce e agradável ao paladar por isso muito utilizado na indústria alimentícia, daí o perigo pois a frutose que esta presente em alimentos processados, são derivados do xarope de milho e não das frutas devido ao processamento industrial que faz adoçar mais e aumentar a vida de prateleira dos produtos como por exemplo: refrigerantes, sucos industriais, biscoitos, sorvetes, doces em lata, geléias e muitos outros.  É o açúcar com menos valor nutricional. Com o aumento da frutose vem os problemas de saúde como adiposidade corporal, diabetes e vários outros.

Orgânico
É um açúcar natural diferente de todos os outros tipos porque não ultiliza ingredientes artificiais ou agrotóxicos desde o plantio até a embalagem que é biodegradável. O açúcar orgânico se assemelha com o mascavo sendo um pouco mais grosso e sua coloração do caramelo ao escuro. É o mais saudável com maior quantidade de nutrientes mas como outro possui calorias.

Light
É a combinação do açúcar refinado com adoçantes artificiais e com isso aumentam o poder de adoçar se tornando mais doce que o açúcar refinado e é o menos calórico mesmo sendo um açúcar considerado com menos calorias não pode ser utilizado com freqüência devido ao seu processo químico daí poderá se tornar um veneno para a saúde.

Açúcar de coco
É um açúcar feito através da seiva encontrada nas flores da palma de coco que retirada e aquecida é desidratada transformando-se em um caramelo espesso sendo em seguida triturado em cristais pequenos e assim surge o açúcar de coco com cristais mais grosso e coloração marrom claro, por não passar pelo processo de refinamento ele mantém suas vitaminas do complexo B e minerais como ferro, zinco, potássio e outros, tem índice glicêmico baixo porém tem a mesma quantidade calórica do açúcar refinado, é considerado um açúcar saudável e uma boa opção para o consumo mas em quantidades corretas sem exagero.

Stevia
É um adoçante natural produzido a partir de uma planta chamada stevia nativa da América do Sul, também é uma alternativa saudável, sendo um dos adoçantes naturais mais utilizados por quem está de dieta, exatamente por não possuir calorias e manter o sabor doce dos alimentos, usado também para fins culinários e uso de forno e fogão, utilizado pelos diabéticos por auxiliar no controle glicêmico.

Xilytol
Também um adoçante natural encontrado nas plantas, frutas e vegetais e com baixo índice glicêmico ou seja não eleva os níveis de açúcar no sangue pois é absorvido lentamente pelo organismo, vem sendo bem requisitado nas dietas e utilizado também por diabéticos, tem a mesma capacidade adoçante do açúcar (sacarose)  e tem a metade das calorias dos demais açúcares.

Assim conhecemos um pouco de cada tipo de açúcar, os melhores são os naturais sem aditivos químicos como: orgânico, mascavo, açúcar de coco, demerara, stévia e xilytol mas mesmo assim sendo considerado cada um bom para o consumo não se pode exagerar pois continua sendo açúcar e o consumo excessivo além de causar dependência vai trazer vários problemas a saúde como, diabetes, aumento do colesterol, obesidade, inflamação celular hipertensão arterial, síndrome metabólica e vários outros.

O importante é sempre verificar os rótulos para fazer a melhor escolha, ficar sempre atento nos produtos que muitas vezes ao invés de ser mencionado o nome açúcar mostra só como carboidrato daí prestar atenção na lista de ingredientes que mostrará outros nomes como: Glucose de milho, xarope de malte, frutose, lactose, açúcar invertido, melaço, dextrose, maltodextrina, sacarose, néctares, maltose...

É necessário ficar atento aos rótulos para não ser enganado, reduzir sempre esses alimentos e bebidas processados são eles os vilões do alto consumo de açúcar, prestar mais atenção na quantidade que se ingere de açúcar por dia, usar o mínimo possível ou se preferir fazer a prevenção de doenças, ter saúde e vida longa elimine o açúcar de sua alimentação, podemos mudar nossa maneira de se alimentar mas isso dependerá dos alimentos que você escolhe, vamos optar por alimentos saudáveis (com mais fibras, carboidratos complexos, proteínas de alto valor biológico e gorduras boas, frutas, vegetais) mais natural com mais qualidade evitando o industrializado, adquira hábitos alimentares saudáveis e consulte um nutricionista para uma melhor recomendação de acordo com as necessidades nutricionais de cada um, indicando assim uma dieta equilibrada e variada com qualidade.

Imagem: retirada do google

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Saiba como manter a dieta mesmo em eventos sociais

Fazer lanchinho antes de sair de casa é boa opção para driblar a compulsão

Para quem está tentando emagrecer, a vida social pode virar um tormento em vez de uma diversão. Os deslizes alimentares são comuns durante encontros com amigos em bares e restaurantes, festas de aniversário e eventos de família. E pior, as escorregadas são sempre seguidas pelo sentimento de culpa. "Já ouvi relatos de quem quebrou a dieta pensando que conseguiria voltar em seguida, mas aí, por estar no fundo do poço, passou a comer mais ainda", conta a psicóloga Ana Paula Maia, especializada em obesidade e transtornos alimentares. Mas algumas orientações podem ajudar a combinar regime e compromissos sociais de forma harmoniosa. 

A nutricionista Michele Cassiano diz que a pessoa não deve abandonar suas distrações porque está em um processo de perda de peso. Mas também não pode esquecer seu foco e deixar a determinação de lado. "Não pode ter medo de sair de casa achando que vai engordar. O importante é se manter firme no que deseja alcançar e aprender a recusar determinados tipos de alimentos".

Ana Paula lembra que atualmente bares e restaurantes tem se adaptado para receber clientes que buscam refeições saudáveis. "Muitos aderiram aos legumes cozidos como petiscos e saladas como refeições, além de lanches naturais. Então, cabe a cada um escolher algo que lhe caiba nesse momento de mudança, e saber parar quando está satisfeito".

A quantidade de comida que pode ser ingerida nessas horas também é um problema. Para Michele, é o indivíduo que deve determinar o quanto pode consumir. Mas como lidar com aquela pessoa que sempre insiste para que se coma mais um pouquinho. "Tem que saber dizer não, respondendo com a mesma gentileza com a qual foi abordado", aconselha a nutricionista.
Comportamento em cada ocasião 
Antes de ir a qualquer evento social, uma boa saída é fazer um lanche em casa. Assim, não chega morrendo de fome e querendo pegar tudo o que vê pela frente, recomenda Michele. A especialista também tem outras dicas de como se comportar em diversas situações.

Em festas de aniversário, principalmente de crianças, "não coma mais de que quatro salgados, pois sempre tem aquela torta que às vezes ninguém resiste". Esses salgados devem ser preferencialmente assados, como pão de queijo, esfiha, empada e quiche. Para beber, escolha sucos, água ou refrigerante light. E nem cogite levar um pratinho com guloseimas para casa.

Nos bares, evite bebida alcoólica. Se quiser beber, peça uma taça de vinho ou, no máximo, uma cerveja ou copo de chope. Se puder optar por suco natural sem açúcar ou água, perfeito. "Cuidado com o tipo de petisco, prefira os assados e as carnes grelhadas, e mastigue devagar. Sempre que possível, dê uma saidinha para ir ao banheiro com o intuito de desviar a atenção da comida", aconselha a especialista.
Quando for jantar fora, tente ver o cardápio do lugar na internet e decida antecipadamente o que vai pedir. Assim, não fica à mercê das vontades do momento. Dispense a cestinha de pães com manteiga ou patês servida de entrada. Se sentir que vai chegar no local com muita fome, belisque algo antes de sair de casa ou do trabalho, como um iogurte, uma fruta ou uma barrinha de cereal.

Em almoços de família, evite as frituras e, mais uma vez, prefira os assados. "Sirva-se de bastante salada, que, além do colorido, dá uma impressão de prato cheio, impedindo que você exagere na quantidade de outros alimentos", indica Michele.

A nutricionista ainda ressalta que várias relações pessoais são construídas em cima do ritual de se alimentar junto. "Muitas vezes pessoas criam vínculos com outras através da comida. Isso pode influenciar nos maus hábitos alimentares. É preciso construir todo um estilo de vida saudável, com uma alimentação consciente e balanceada". E relacionamentos também.

IMAGEM DA INTERNET

terça-feira, 23 de agosto de 2016

SAIBA MAIS SOBRE GLÚTEN

ENTREVISTA QUE FIZ PARA O SITE CONQUISTE SUA VIDA

Dieta sem glúten: Conheça os benefícios dessa alimentação


Consultamos a nutricionista Michele Cassiano, especialista em Obesidade e Emagrecimento, para sabermos um pouco mais sobre o glúten e como podemos levar uma vida alimentar regulada sem o seu uso.


Alimentação sem glúten: Entenda mais!


O que é o glúten? Para que ele serve em nosso organismo?

O glúten é uma proteína de baixo valor biológico que se divide em frações proteicas chamadas de gluteninas e prolaminas. Ele é encontrado no trigo, centeio, cevada e aveia. Apesar de estarem só nestes grãos, o glúten pode contaminar outros alimentos pelo ar, além de também serem encontrados em produtos industrializados.
Nós podemos manter uma alimentação sem glúten? Qual é a reação dessa substância em nosso organismo?
Ao ingerir o glúten as frações proteicas são modificadas durante a absorção onde ocorre uma reação que danificará a mucosa do intestino delgado fazendo com que os nutrientes não sejam absorvidos de forma correta. Podemos dizer que o glúten não tem nenhum benefício direto ao nosso organismo e, por isso, viver sem glúten não vai causar nenhum tipo de problema à saúde.
Por que tantas pessoas têm problemas com o glúten?
Há milhões de anos nossos ancestrais não consumiam e nem sabiam o que era glúten, mas, ao longo dos anos, foram surgindo as modificações genéticas nos alimentos, como no trigo que sofreu este processo para sua melhor produtividade. Com tantas mudanças que ocorreram na alimentação, má qualidade de vida, alguns alimentos que eram considerados saudáveis hoje se tornam vilões e são retirados do cardápio, embora vários casos sejam adquiridos por predisposição genética. Devido à tantas mudanças, surgem também o aumento das alergias e intolerâncias que se tornaram um problema mundial.
Como podemos substituí-los na alimentação?
A opção é utilizar as farinhas de amêndoas, de linhaça, de coco, quinoa, amaranto, banana verde, consumir alimentos como frutas, derivados de milho, vegetais, fécula de batata... Estes alimentos sem o glúten servirão tanto para o substituir como para regenerar a mucosa intestinal, melhorando, assim, a qualidade nutricional. Por isso, é sempre bom verificar os rótulos das embalagens dos produtos de supermercados se contém ou não o glúten.
Veja três receitas de pratos sem glúten das diversas opções que estão em nosso site !

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Batata Doce


BATATA DOCE 


A batata doce hoje é a queridinha de muitas pessoas e principalmente para aquelas que treinam em academias mas também uma aliada para quem deseja emagrecer e controlar o diabetes, é um alimento de excelente qualidade, um carboidrato complexo sendo uma ótima fonte de energia, tem um baixo índice glicêmico, com isso não eleva rapidamente o nível de açúcar no sangue significa que sua absorção é mais lenta fazendo o corpo produzir menos insulina, é rico em fibras, vitaminas e minerais (vit. A, vit.do complexo B, vit. C e E, cálcio, ferro, potássio, magnésio) tornando assim um alimento com ação anti-inflamatório e antioxidante trazendo muitos benéficios, ajuda na prevenção de úlceras gástricas, artrite, anemia, faz ter saciedade por mais tempo e assim ter menos fome, auxilia no equilíbrio intestinal, ajuda na atividade física prologando a energia durante a atividade e fazendo você ter um melhor desempenho, ajuda também a baixar os níveis de colesterol e glicose no organismo, podemos dizer que é um alimento indispensável para uma dieta saudável, dê preferência sempre consumir cozida assim vai obter todos os seus benefícios.





Sopa de batata Doce


Ingredientes:

1 colher de sopa de azeite extravirgem;1 dente de alho picado;1 porção de cebola picada;1 tomate picado sem pele e sem sementes;1 batata doce cozida e picada;1 colher de (arroz) de frango cozido e desfiado½ Requeijão light½ xícara de espinafre picado;ÁguaSalsinha picada a gosto;Milho verde a gosto para decorarSal a gosto.

Modo de preparo:


Aquecer o azeite em uma panela e na sequência refogar o alho, cebola, espinafre, tomate.
No liquidificador, bata a batata doce com um pouco de água e junte ao refogado
mexendo bem e deixe ferver uns 2 minutos e logo após acrescente o frango
desfiado, o requeijão light, o milho verde e o sal e está pronta agora só decorar
com salsinha e milho verde(pouca quantidade).



Inclui a batata-doce uma vez por dia mas não esquecer em adotar alguma
atividade física em sua rotina e beber água durante o dia.



sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Guia de bolso do consumidor saudável


www.anvisa.gov.br

PARA QUE SERVE O RÓTULO DOS ALIMENTOS?


O preparo de um alimento seguro depende de muitos cuidados, e o primeiro passo é uma compra consciente. Ao comprar um alimento industrializado é possível encontrar uma porção de informações nos rótulos. Algumas podem vir em destaque em letras grandes ou ilustradas com fotos bonitas, que nos fazem salivar ou nos convencem das “vantagens” do produto. De fato, os produtores investem muito no visual de seus produtos, para torná-los atrativos para o consumidor. Mas essa não é a principal função dos rótulos. Na verdade, eles existem para apresentar as informações necessárias sobre os produtos para que o consumidor possa fazer escolhas conscientes e utilizá-los de forma adequada.

É um direito do consumidor saber exatamente o que está comprando, por isso a legislação brasileira obriga os produtores a colocar uma série de informações nos rótulos.Veja na ilustração as informações que todo produto alimentar industrializado deve trazer:


1. Denominação de venda: indica a verdadeira natureza e característica
do produto.
2. Origem do produto: nome do fabricante, endereço, país de origem e
município. No caso de produtos importados, o rótulo deve conter também
os dados do importador.
3. Conteúdo: quantidade ou volume do produto presente na embalagem.
4. Número de registro no Ministério da Saúde (com exceção dos itens em
que a legislação dispensa esse registro) e carimbo de inspeção do Ministério
da Agricultura (para bebidas e produtos de origem animal).
5. Lista de ingredientes e aditivos
6. Instruções para uso e preparo, quando necessário.
7. Modo de conservação, quando necessário.
8. Prazo de validade e número do lote
9. Informações nutricionais
10. Informações em português
11. Advertências obrigatórias: para produtos que contêm substâncias
prejudiciais a pessoas portadoras de certas doenças, como diabetes, hipertensão,
alergias, ou que possam comprometer a dieta dos que precisam
perder peso.


POR QUE ESSAS INFORMAÇÕES SÃO IMPORTANTES?
Em primeiro lugar, porque nos ajudam a identificar os produtos. Esse é o caso do item denominação de venda, que apresenta a natureza e as características do produto. Por exemplo: biscoito água e sal ou biscoito recheado sabor morango. Os rótulos também trazem informações sobre a composição dos produtos. Ao ler a lista de ingredientes, o consumidor pode descobrir, por exemplo, que um fabricante usa leite no preparo de um produto e outro fabricante não. Esse dado é fundamental para pessoas que querem consumir alimentos com mais cálcio ou para aquelas que têm alergia ou intolerância a componentes do leite. Na lista de ingredientes, a indústria também declara os aditivos que foram utilizados no preparo, isto é, os conservantes, corantes, edulcorantes e outras substâncias empregadas para modificar as características químicas, físicas, biológicas ou sensoriais do alimento.Antes de serem autorizados paraempregonos alimentos, os aditivos são submetidos a uma avaliação toxicológica e somente são permitidos aqueles com segurança de uso comprovada. Outra informação indispensável é o prazo de validade.
Não compre produtos com prazo de validade vencido ou muito próximo do vencimento. Hoje em dia é comum os supermercados fazerem ofertas de alimentos que estão quase vencidos. Então, muito cuidado com essas ofertas.
O item conteúdo líquido indica qual é o peso (gramas ou quilos) ou o volume (mililitros ou litros), já descontado o peso da embalagem. Essa informação nos ajuda a comprar a quantidade mais adequada para nosso consumo, nem mais, nem menos, e também a comparar preços.


LEITE DESNATADO
Informação Nutricional
Porção 200 ml (1 copo)
Quantidade por porção % VD (*)
Valor energético 74 kcal = 311 kJ 4
Carboidratos 9,8 g 3
Proteínas 6,4 g 8
Gorduras totais 1 g 2
Gorduras saturadas 0 g 0
Gorduras trans 0 g -
Fibra alimentar 0 g 0
Sódio 100 mg 4
* % Valores Diários com base em uma dieta de 2.000 kcal
ou 8.400 kJ. Seus valores diários podem ser maiores ou
menores dependendo de suas necessidades energéticas

Mais uma matéria na mídia



                                                            
Já nas bancas mais uma matéria para Revista Malu
novembro 2015.

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Parabéns a todas(os) Nutricionistas (31 de agosto)


Parabéns a todos os Nutricionistas, que deus abençoe cada um e
que continuem promovendo uma melhor qualidade vida a todas as pessoas.

Um abraço

Michele Cassiano
Nutricionista


Postagens populares

Receitas

Sobremesa MOUSSE DE MELÃO

Por porção: 75 calorias

Tempo de preparo:30 minutos

Gorduras: 0,1g

Proteínas:3,7 g

Carboidratos:15,7g

Cálcio: 53,2 mg


Ingredientes:

1 envelope de gelatina em pó sem sabor (12g)

4 colheres(sopa) de água

2 xícaras (chá) de melão em pedaços (300g)

1 pote de iogurte desnatado (200g)

1 colher (sopa) de hortelã fresca (10g)

4 colheres (sopa) de mel(100g)

2 claras (66g)

Modo de Preparo:

Dissolva a gelatina na água fria e aqueça em banho maria até dissolver bem. Bata no liquidificador com melão, iogurte, hortelã e o mel. Bata as claras em neve e adicione a mistura do liquidificador. Coloque em uma forma de pudim molhada e leve a geladeira para firmar. Desenforme e sirva. Pode decorar com uma folhinhas de hortelã.

Se quiser pode optar por outras frutas.




SUCO DE ABACAXI COM HORTELÃ

Por porção: 49 calorias


Ingredientes:

1/2 xícara (chá) de abacaxi picado

200ml de água

5 folhas de hortelã

adoçante e gelo, a gosto


Modo de Preparo

Descasque e pique o abacaxi, separe a quantidade da receita;

coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata até obter um líquido homogêneo;

Está pronto o suco, é só servir e saborear.


OBS: Os sucos sempre estão presentes em qualquer prescrição nutricional, pois alimentam e hidratam.



SUCO DE MARACUJÁ E COUVE

Rendimento: 1 porção

Tempo de preparo: 20 minutos

Calorias – 120 a porção

Proteínas – 3,4g

Gorduras – 1g

Carboidratos – 28g

Cálcio – 80mg


Ingredientes

Polpa de 1 maracujá pequeno (50g)

1 xícara (chá) de água (200ml)

½ xícara (chá) de folhas de couve (50g)

gelo a gosto

adoçante a gosto


Modo de Preparo

Bata a polpa de maracujá com a água e a couve no liquidificador, usando a tecla pulsar para não triturar as sementes. Passe pela peneira, adicione gelo e adoçante a gosto e sirva.


Dicas:

A couve é rica em vit. A (indispensável para vista e para pele), vit. C, K e algumas do complexo B. Também é rica em cálcio, fósforo e ferro, minerais importante para a formação e manutenção dos ossos e dentes. Além disso, contém bastante celulose, uma substância ótima para o funcionamento do intestino.

O maracujá é uma fruta de alto valor nutritivo, rico em vit. C e vitaminas do complexo B(B2 e B5), contém também quantidades razoáveis de sais minerais como ferro, cálcio e fósforo.



BOLO DE CENOURA COM CALDA DE CHOCOLATE

Número de porções = 23

Bater no liquidificador:

3 cenouras grandes

4 ovos

1 xícara(chá) de óleo


Colocar em uma tigela:

2 xícaras (chá)de farinha de trigo

2 xícaras(chá) de açúcar

1 colher de pó Royal



Cobertura:

2 colheres de chocolate em pó ou achocolatado

2 colheres de leite

2 colheres de margarina

6 colheres de açúcar


Modo de Preparo

Colocar as cenouras picadas, ovo e o óleo no liquidificador. Bater. Depois despejar a massa em uma tijela, acrescentar farinha de trigo, açúcar e fermento. Mexer com uma colher de pau até formar bolhas. Coloque em assadeira untada e enfarinhada. Leve ao forno pré-aquecido, à 180ºC (médio), até assar. Para a cobertura, misture todos os ingredientes e leve ao fogo até engrossar. Jogue sobre o bolo ainda quente.