Pages

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Medida da circunferência abdominal


Hoje a preocupação com a estética não é só por mulheres, os homens também estão mais atentos aquela barriginha acentuada.


Mas a região abdominal aumentada não está relacionada apenas com estética, é um fator de risco para infarto, AVC, pressão alta, diabetes, aumento do colesterol e triglicerídeos, isso ocorre devido a uma alimentação inadequada, o sendentarismo e a falta de atividade física que faz com que esta região se torne propensa ao acúmulo de gordura provocando estas conseqüências entre outras, tornando-se assim um agravante para saúde.

A medida da circunferência abdominal é feita com uma simples fita métrica, é uma ferramenta efetiva para identificar indivíduos sob risco cardiovascular.

Na região abdominal existem 2 tipos de gordura: a gordura subcutânea, palpável ao beliscarmos o abdômen e a visceral, localizada entre as vísceras, abaixo da musculatura abdominal, a conhecida “barriga de chope ou barriga dura”, é a gordura centralizada na região abdominal, e é mais comum em homens.

Daí vem as famosas dietas da moda com suas promessas de emagrecimento rápido e sem sacrifício o que não é verdade, mas que chamam a atenção para aquelas pessoas que querem perder aquela gordura localizada.

O maior problema para quem quer perder peso é a aceitação da necessidade de mudar a sua atitude frente aos alimentos devido ao termo dieta que é sempre associado a castigo ou privação dos alimentos principalmente aqueles que agradam o paladar com isso a dieta pode se tornar desagradável.

Mas para diminuir a chance de ter pressão alta, ou sofrer um infarto e outros problemas de saúde, é preciso adquirir hábitos alimentares saudáveis e praticar atividade física para assim perder peso e alguns centímetros da circunferência abdominal com saúde.



Dicas de alimentação saudável para reduzir a gordura abdominal:



• Uma dieta com poucas calorias mas que forneça todos os nutrientes de forma equilibrada, com qualidade e em menores quantidades;



• Fracionar as refeições de 5 a 6, sendo 3 principais e 2 ou 3 lanches;



• Planejar as refeições e os lanches assim como os horários;


• Consumir com moderação os carboidratos como macarrão, pães, arroz e batata;


• Evitar alimentos gordurosos em geral e produtos ricos em açúcar, como: doces, balas, chocolates, refrigerantes, molhos à base de creme de leite ou maionese, queijos amarelos, carnes gordas, com pele, manteiga. Evite também preparações empanadas e fritas;


• Preferir os grelhados, assados, cozidos no vapor ou até mesmos crus;


• Consumir cereais integrais, legumes, verduras, frutas, produtos ricos em fibras (arroz, pães e massas integrais), farelo de trigo, linhaça, soja, leguminosas (feijão, lentilhas, grão de bico). As fibras, além de darem maior saciedade, ajudam a controlar a glicemia e o colesterol;


• Prefira carnes magras grelhadas, peixes, de preferência de água fria, como salmão e atum ricos em ômega 3, filé de frango, queijos brancos, leite e iogurte desnatados.



• Evite alimentos embutidos, enlatados, defumados, salgados de pacotes, salame e salsicha. Usar temperos naturais como a salsa, cebolinha, alho e ervas aromáticas, ao invés de condimentos industrializados;



• Evitar a ingestão de bebidas alcoólicas que aumentam a pressão arterial, os níveis de triglicerídeos e o peso;


• Beber bastante líquido, 2 litros de água por dia. Os líquidos hidratam as fibras ingeridas, evitando prisão de ventre e estimulando o funcionamento do intestino;



• Evite o consumo excessivo de sal;



• Evitar e ao supermercado com fome, faça sempre um lanche antes de sair de casa;



• Para sobremesas prefira alimentos leves, frutas, gelatinas, sucos, barrinha de cereal;



• E prepare sempre pratos com alimentos coloridos e saudáveis.


Não existe milagre o truque é aprender a alimentar-se de forma adequada, optando por alimentos saudáveis é a única maneira de atingir e manter o peso adequado e perder aquela barriguinha indesejável, não esquecendo de associar com a prática de atividade física regular e planejada que ajudará a conservar a massa muscular durante a dieta e facilitará a perda de gordura corporal, então faça uma modificação no estilo de vida para ter mais saúde e um peso adequado.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

As cores dos alimentos e seus benefícios





Uma dieta colorida tem mais chance de ser equilibrada e mais saudável. O que determina as cores dos alimentos são os pigmentos, substâncias que além de colorir exerce funções importantes na prevenção e na proteção do organismo contra doenças infecciosas.


Evite a monotonia das cores em uma refeição, o ideal é que se tenha pelo menos 4 cores diferentes nas principais refeições: café da manhã, almoço e jantar, assim deixara o prato mais atrativo e quanto mais cor tiver nesta refeição maior será a quantidade ingerida de substâncias importantes que vão combater os radicais livres.


As cores e seus benefícios:


Os alimentos amarelos ou alaranjados como cenoura, abóbora, maracujá, mamão, laranja, manga, tangerina, caju, pêssego, damasco são ricos em vitamina B-3 que promove uma digestão saudável, vit. A,, vit. C que atua como antioxidante assim como ajuda na síntese do colágeno da pele e combate os radicais livres, betacaroteno um antioxidante que ajuda a proteger o coração, assim como alguns fitoquímicos chamados de bioflavonóides que ajudam a manter as artérias, ativa a circulação do sangue, e excelente no auxílio dos processos inflamatórios.


Alimentos Brancos: Batata, leite, queijo, arroz, cebola, alho, banana, couve-flor, são alimentos ricos em substâncias antiflamatórias, em carboidratos, vitamina B6 que promove a saúde da pele, dos dentes e músculos, são fontes de cálcio e potássio que contribuem na formação e manutenção dos ossos, na regulação dos batimentos cardíacos, atuam na renovação celular e no funcionamento do sistema nervoso.

 

Os alimento roxos ou preto como figo, uva, ameixa, jabuticaba, feijão preto, repolho roxo, amora, alcachofra, berinjela, alimentos que contem antocianina, pigmento relacionado à vitamina B1, retarda o envelhecimento, importante para transformar carboidratos e outros nutrientes em energia. São antioxidantes poderosos para combater o aparecimento de doenças cardíacas e melhoram o sistema imunológico.


Alimentos vermelhos como melancia, tomate, morango, framboesa, maça vermelha, caqui, contêm licopeno que age como antioxidante, substância importante na prevenção do câncer de próstata e contêm, ainda antocianina que estimula a circulação sangüínea.

 

Alimentos verdes são ricos em vitamina c, magnésio que protege nosso sistema imunológico, contem ácido fólico importante para formação celular, são alimentos como Kiui, limão, brócolis, espinafre, e os vegetais folhosos, o pimentão, o salsão e as ervas também contêm clorofila e vitamina A, desintoxicam as células, inibem os radicais livres, tem efeito anticancerígeno e protegem o coração e pele.

 

Alimentos marrons são fontes de fibras e vitaminas do complexo B e E são encontradas nas nozes, amêndoas, aveia, castanhas e cereais integrais, regulam o funcionamento do intestino, combatem a ansiedade, depressão, auxilia no controle do colesterol e diabetes e previnem o câncer e as doenças cardiovasculares.


É sempre recomendado uma dieta colorida pois terá um prato com alimentos variados e fartura de nutrientes necessários para a manutenção da saúde.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Você sabe a quantidade de sal consumida diariamente?


O consumo elevado de sódio, além de causar hipertensão, é responsável pelo aumento das doenças circulatórias e cardíacas, bem como alguns tipos de cânceres como o câncer de estômago.

As diretrizes brasileiras de consumo de sal recomendam a ingestão diária máxima de 5 g de sal como forma de alcançar uma alimentação saudável e promover a saúde.

Uma boa parte do sal consumido diariamente vem do consumo de alimentos processados. Por isso, é importante conhecer a quantidade de sal presente nestes alimentos.

Evite adicionar muito sal na hora de cozinhar os alimentos e tire o saleiro da mesa. Lembre que 1 kg de sal iodado é suficiente para suprir uma família de 4 pessoas durante 50 dias.

Veja como calcular esta quantidade a partir da informação de sódio presente na tabela de informação nutricional dos alimentos processados. É importante lembrar que 1g de sal contem 400 mg de sódio.



Postagens populares

Receitas

Sobremesa MOUSSE DE MELÃO

Por porção: 75 calorias

Tempo de preparo:30 minutos

Gorduras: 0,1g

Proteínas:3,7 g

Carboidratos:15,7g

Cálcio: 53,2 mg


Ingredientes:

1 envelope de gelatina em pó sem sabor (12g)

4 colheres(sopa) de água

2 xícaras (chá) de melão em pedaços (300g)

1 pote de iogurte desnatado (200g)

1 colher (sopa) de hortelã fresca (10g)

4 colheres (sopa) de mel(100g)

2 claras (66g)

Modo de Preparo:

Dissolva a gelatina na água fria e aqueça em banho maria até dissolver bem. Bata no liquidificador com melão, iogurte, hortelã e o mel. Bata as claras em neve e adicione a mistura do liquidificador. Coloque em uma forma de pudim molhada e leve a geladeira para firmar. Desenforme e sirva. Pode decorar com uma folhinhas de hortelã.

Se quiser pode optar por outras frutas.




SUCO DE ABACAXI COM HORTELÃ

Por porção: 49 calorias


Ingredientes:

1/2 xícara (chá) de abacaxi picado

200ml de água

5 folhas de hortelã

adoçante e gelo, a gosto


Modo de Preparo

Descasque e pique o abacaxi, separe a quantidade da receita;

coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata até obter um líquido homogêneo;

Está pronto o suco, é só servir e saborear.


OBS: Os sucos sempre estão presentes em qualquer prescrição nutricional, pois alimentam e hidratam.



SUCO DE MARACUJÁ E COUVE

Rendimento: 1 porção

Tempo de preparo: 20 minutos

Calorias – 120 a porção

Proteínas – 3,4g

Gorduras – 1g

Carboidratos – 28g

Cálcio – 80mg


Ingredientes

Polpa de 1 maracujá pequeno (50g)

1 xícara (chá) de água (200ml)

½ xícara (chá) de folhas de couve (50g)

gelo a gosto

adoçante a gosto


Modo de Preparo

Bata a polpa de maracujá com a água e a couve no liquidificador, usando a tecla pulsar para não triturar as sementes. Passe pela peneira, adicione gelo e adoçante a gosto e sirva.


Dicas:

A couve é rica em vit. A (indispensável para vista e para pele), vit. C, K e algumas do complexo B. Também é rica em cálcio, fósforo e ferro, minerais importante para a formação e manutenção dos ossos e dentes. Além disso, contém bastante celulose, uma substância ótima para o funcionamento do intestino.

O maracujá é uma fruta de alto valor nutritivo, rico em vit. C e vitaminas do complexo B(B2 e B5), contém também quantidades razoáveis de sais minerais como ferro, cálcio e fósforo.



BOLO DE CENOURA COM CALDA DE CHOCOLATE

Número de porções = 23

Bater no liquidificador:

3 cenouras grandes

4 ovos

1 xícara(chá) de óleo


Colocar em uma tigela:

2 xícaras (chá)de farinha de trigo

2 xícaras(chá) de açúcar

1 colher de pó Royal



Cobertura:

2 colheres de chocolate em pó ou achocolatado

2 colheres de leite

2 colheres de margarina

6 colheres de açúcar


Modo de Preparo

Colocar as cenouras picadas, ovo e o óleo no liquidificador. Bater. Depois despejar a massa em uma tijela, acrescentar farinha de trigo, açúcar e fermento. Mexer com uma colher de pau até formar bolhas. Coloque em assadeira untada e enfarinhada. Leve ao forno pré-aquecido, à 180ºC (médio), até assar. Para a cobertura, misture todos os ingredientes e leve ao fogo até engrossar. Jogue sobre o bolo ainda quente.